Livro: um ótimo companheiro de viagem

Livro: um ótimo companheiro de viagem, assim o viajante nunca se sente só.

Certamente, para muitas pessoas ler já é um prazer por si só.

Já para outras pessoas, ler durante uma viagem pode ser uma necessidade para não sentir-se só.

Logo, o livro pode sim ser um ótimo companheiro de viagem.

Livro: um ótimo companheiro de viagem

De fato, uma leitura e uma viagem são uma combinação perfeita.

Um livro é um verdadeiro companheiro de viagem, ajudando a passar o tempo, entretendo ou servindo como uma viagem imaginária pelo universo da história que está sendo lida.

Leitura como prazer

Certamente para quem já possui o hábito da leitura, a mesma provavelmente se enquadra na categoria de prazeres.

Além de aliviar o stress, ler traz inúmeros outros benefícios a saúde.

Por exemplo, melhora o foco e a concentração e ainda fortalece a reserva cognitiva.

Nesse ínterim, quem já experimentou esse prazer, não larga mais e quer aproveitar cada momento.

Logo, as viagens se tornam um bônus para dar andamento a leitura de um livro, impulsionando a sensação de produtividade.

Leitura como necessidade

Já para outros leitores, ler pode ser enquadrado como uma necessidade, principalmente durante viagens.

A saber, algumas pessoas podem sentir desconfortos durante uma viagem.

Por exemplo, a ansiedade pode ser uma delas, devido ao tempo considerado como inativo.

Mas nesta situação a leitura pode contribuir e muito ao tirar o foco da preocupação do tempo da viagem, trazendo a sensação de encurtamento da viagem.

Sendo assim, durante uma viagem, o livro se torna um grande aliado, ou melhor, um excelente companheiro.

Então, para quem ainda não tem esse hábito, separamos algumas dicas simples.

Dicas para escolher o companheiro de viagem

Escolher um bom livro, seja ele um clássico, um super lançamento ou uma biografia, ajuda a enfrentar algumas horas de viagem de forma mais agradável e descontraída.

Nesse contexto, uma ótima pedida é escolher um livro sobre o lugar que está visitando na ocasião da viagem.

Por exemplo, um exemplar sobre a história do local pode te trazer várias dicas de lugares bacanas para conhecer, deixando a viagem ainda mais rica e interessante.

Enfim, ao escolher o livro a ser lido durante a viagem, é bom levar algumas coisas em consideração, principalmente para principiantes:

Tamanho/peso

Escolha um livro leve, fácil de carregar e que seja possível guardar na bolsa ou na mochila de mão.

Assunto

Viagens são sinônimo de descontração, então escolha livros sobre assuntos leves e divertidos.

O objetivo do livro é ser um companheiro de viagem e não um sonífero com uma leitura pesada.

A saber, na internet sempre há boas dicas de leitura para viagem.

Fácil leitura

Escolha livros que proporcionem uma leitura fácil, sem exigir muita concentração.

Assim, será possível faze pausas para ir ao banheiro ou dar uma volta durante a parada do ônibus, sem fazer muito esforço para lembrar a história ao retornar.

Livros são ótimos companheiros de viagem

Sem dúvida, ler durante uma viagem é uma ótima alternativa para aproveitar o tempo.

Dessa forma é possível atualizar o rol de conhecimento, potencializando a saúde cerebral.

Programa sua viagem, faça as malas, escolha seu livro e desfrute de momentos inesquecíveis em boa companhia.

O que levar nas malas?

Arrumas as malas pode ser um grande prazer, pois significa que aquela viagem tão sonhada está chegando, aqueles dias de paz e diversão em um lugar diferente e bonito.
Mas arrumar as malas também pode ser um pouco complicado, pois sempre surge aquela dúvida sobre o que levar na mala. Pensando nisso, a Rodosoft Tecnologia decidiu dar algumas dicas para te ajudar neste momento.

Antes da viagem

Depois de você ter escolhido a cidade de destino da sua viagem, comprado as passagens e garantido sua estadia, é primordial que você saiba quantos dias ficará fora. Além disso, é aconselhável fazer uma pesquisa sobre eventos, shows e lugares que você gostaria de ir, isto facilita na escolha das roupas que você vai levar nas malas. Caso você vá para uma cidadezinha do interior, um lugar bucólico e no clima do campo, não tem fundamento levar aquele paletó ou um sapato de salto alto, não é mesmo?
Importante também pesquisar sobre o clima do local, e ver a previsão do tempo para o período em que você estiver viajando, isso ajuda no momento da escolha de agasalhos e roupas mais adequadas à estação e temperatura local.

Organizando as malas

Ao organizar as malas devemos estar atentos a algumas dicas simples:
– Leve roupas que combinem entre si e de preferência de tecidos que não amarrotem muito;
– Existem itens básicos que devem estar presentes em todas e qualquer mala de viagem como um par de tênis, um chinelo ou sapato confortável, uma calça, um casaco leve;
– Leve sapatos confortáveis, você pode aproveitar os espaços da mala colocando pequenos objetos ou meias dentro dos calçados. Uma dica é colocá-los nas laterais das malas, aproveitando melhor o espaço e garantindo uma maior firmeza da mala;
– Ao organizar as malas coloque na parte debaixo as peças mais pesadas e que não amassam, como calças jeans e alguns casacos;
– Atualmente, no mercado existem alguns sacos redutores de volume, que podem ser uma ótima ideia para armazenar peças que não amassam ou agrupar peças e acessórios pequenos;
– Leve os carregadores de notebook, máquina fotográfica, celulares e um adaptador de tomadas;
– Tente organizar os itens que você pretende levar na sua viagem até dois dias antes do embarque. Não deixe para arrumar a mala na última hora, isso só amplia a chance de você esquecer algo ou levar itens que não usará e irão acarretar num peso a ser carregados.

Depois das malas prontas, organize seus documentos, deixe à mão sua passagem, endereço do hotel ou pousada onde ficará hospedado e curta a viagem.

Bagé – A Rainha da Fronteira

Cidade de Bagé - Conheça

A cidade de Bagé, a Rainha da Fronteira, está localizada na região de fronteira do Rio Grande do Sul, a 60 km do Uruguai.

A região da campanha, localizada no sudoeste do Rio grande do Sul, próximo ao rio Camaquã, teve como primeiros habitantes os índios charruas, sendo apenas no final do século XVII que a região recebeu os primeiros colonizadores portugueses e espanhóis.

Um pouco da história de Bagé

Por sua posição geográfica, Bagé desempenhou importante papel na história do Estado, desde o tempo do Império.

A construção jesuíta “Santo André dos Guenoas”, fundada como posto avançado de “São Miguel”, um dos Sete Povos das Missões.

Porém, esta foi destruída em um dos inúmeros conflitos de resistência dos índios tapes, minuanos e charruas frente à catequização.

Uma das mais famosas batalhas deste período foi a ocorrida em 1752, quando 600 índios charrua, comandados por Sepé Tiaraju, onde os mesmos venceram os homens enviados pelas coroas de Portugal e Espanha, que lutavam para estabelecer os limites definidos no Tratado de Madri.

Em 1773, o Governador de Buenos Aires, D. Juan José Vertiz y Salcedo, partiu para o Rio Grande do Sul, a fim de expulsar os portugueses.

Ao chegar nas terras gaúchas fundou o Forte de Santa Tecla, do qual ainda existem demarcações.

A primeira em 1777 e 1801, quando os espanhóis abandonaram o território definitivamente, passando as terras a serem ocupadas por sesmeiros.

Entretanto, foi apenas com o final da Revolução Farroupilha que Bagé foi elevada à categoria de freguesia em 18 de maio de 1846, de via em 5 de junho do mesmo ano, mas apenas em 15 de dezembro de 1859 foi elevada à categoria de cidade.

Em 1811, o governador do Rio Grande do Sul, Dom Diogo de Souza, concentrou o exército português nas fronteiras temendo alguma ação dos espanhóis, montando assim seu acampamento próximo aos Cerros de Bagé, região onde hoje se localiza a cidade de Bagé.

Esta indo para Bagé? Clique em “Comprar passagem para Bagé”  e depois é só embarcar na Rodoviarias.net e conhecer a cidade Bagé, apreciando toda a beleza da rainha da fronteira.

Origem do nome Bagé

A origem do nome da cidade de Bagé ainda é discutida, algumas vertentes dizem que no local onde hoje está situada Bagé, viveu um cacique minuano chamado Ibajé, que teve seu corpo enterrado na região e teria dado nome a cidade, porém a hipótese mais aceita até hoje é que o nome Bagé vem da linguagem indígena e que estaria relacionada com a ideia de “cerros”.

Os índios tapes chamavam os Cerros de “mbaiê”.

A cidade de Bagé possui inúmeros prédios históricos e belíssimos pontos turísticos que atraem os olhares curiosos dos turistas.

Casa de Cultura Pedro Wayne em Bagé

Prédio fundado em 1902 como centro a “Casa Vermelha”, um centro comercial de maior bom gosto da época.

Hoje, o prédio sedia a casa de Cultura Pedro Wayne em homenagem ao escritor e jornalista bajeense, falecido em 1951.

Centro Administrativo de Bagé – antiga Estação Férrea

O prédio da antiga estação férrea de Bagé foi inaugurado em 02 de dezembro de 1884.

No ano de 1924, o prédio foi destruído por um incêndio, sendo reconstruído no mesmo ano. Foi no ano de 1980, que por uma permuta com a viação férrea, que no prédio começou a funcionar o Centro Administrativo de Bagé.

Centro Histórico Vila de Santa Thereza

A Vila de Santa Thereza foi fundada em 1897 em torno da charqueada de Santa Thereza, abrigando cerca de 840 pessoas que trabalhavam nas charqueadas e nas fábricas da região.

Clube Caixeiral de Bagé 

Fundado em 1894, por Flaubiano Camargo, teve sua primeira sede na Avenida General Osório, sendo o prédio atual fundado em 1911.

No seu interior existem belíssimos lustres e forros importados da França.

Igreja Nossa Senhora Auxiliadora em Bagé

Fundada em 24 de maio de 1929, porém sendo finalizada apenas na década de 40.

Possui cinco sinos que vieram trazidos da Itália e cada um representa o som de uma nota musical: dó, ré, mi, fá, sol.

Palacete Pedro Osório  

Construído no início do século XX, pelo Dr. Pedro Osório, possui um estilo neoclássico, com mármore, vitrais e ferro.

Existe junto ao prédio um bosque plantado por Pedro Osório, que era apaixonado por plantas e árvores. Hoje o prédio abriga a Secretaria de Cultura da cidade de Bagé.

Esta indo para Bagé? Clique em “Comprar passagem para Bagé”  e depois é só embarcar na Rodoviarias.net e conhecer a cidade Bagé, apreciando toda a beleza da rainha da fronteira.

Malas de viagem – Sete truques para organizar

Malas de viagem - 7 truques

Viajar no inverno significa malas de viagem maiores, pois precisamos de mais roupas devido ao frio, como também casacos e jaquetas que são mais volumosos e ocupam mais espaço dentro da mala.

Sendo assim, a Rodosoft Tecnologia pensou em te dar algumas dicas para facilitar a tua vida na hora de organizar as malas:

Dicas básicas para organizar as suas malas de viagem

  • A viagem é longa? Então comece a preparar as roupas alguns dias antes da viagem;
  • Busque alguns organizadores de mala de viagem, isso vai facilitar muito o seu trabalho;
  • Aqueles sacos a vácuo são muito práticos, economizam espaço. No final da viagem você ainda pode usá-los para guardar as roupas sujas na mala;
  • Não deixe pequenas peças de roupa ou acessórios soltos nas suas malas de viagem;
  • Separe os itens por peso/volume, lembre-se: as peças mais pesadas devem sempre ir no fundo da mala, evitando assim amassar as demais roupas;
  • Escolha embalagens pequenas e itens portáteis e de preferência bivolt.

#1 – mala de viagem e Casacos Grandes

Casacos grandes devem ser colocados em sacos a vácuo e acomodados no fundo da mala. Importante é dobrar a peça, isso faz com que seu volume seja menor.

#2 – mala de viagem e Calças

Calças, coloque-as nas malas de viagem, deixando as pernas para fora da mala, colocando outras roupas em cima, e só depois dobrando as pernas para dentro da mala novamente, isso evita que elas fiquem com dobras e marcas.

#3 – Roupa de lã na viagem

Roupas de lã não amassam e são importantíssimas nesta época do ano, coloque-as no fundo da mala. Alguns itens portáteis também podem ser enrolados nestas peças de roupa, ajudando a mantê-los mais seguros e protegidos.

#4 – Alocando sapatos em malas de viagem

Sapatos devem ser colocados em sacos separados, assim você vai os acomodando nos cantos e nas laterais das malas de viagem, aproveitando pequenos espaços. Caso você leve calçados grandes como coturnos e botas, o interessante é coloca-los em uma mala separada e menor.

#5 – Enrole as meias

Meias devem ser enroladas e colocadas dentro dos calçados, ajudando a aproveitar o espaço.

#6 – fracos na mala de viagem

Frascos de hidratante, xampu e outros produtos devem ser colocados em sacos plásticos para evitar vazamentos, aqueles plásticos com vedação são uma ótima opção para isso.

#7 – Peças que amassam com facilidade

Peças leves e que amassam devem ser colocadas por último na mala, isso ajuda a mantê-las organizadas e evitando marcas.

Malas organizadas, passagem garantida, hora de embarcar e aproveitar a viagem.

Como escolher a melhor poltrona para viajar

Quando pensamos em viajar de ônibus, existem vários detalhes aos quais devemos manter atenção, como escolher qual a viação que oferece o serviço que mais nos agrada, o itinerário que faremos, o dia e horário da viagem, a compra da passagem online e também a escolha da poltrona.
Já falamos AQUI sobre as poltronas preferidas dos viajantes de ônibus. Nós sabemos o quanto a escolha da poltrona pode interferir na sua viagem, e para lhe ajudar na escolha da melhor poltrona para sua viagem, nós decidimos trazer algumas dicas para lhe ajudar a encontrar a poltrona que melhor se adapta ao seu perfil e sua viagem.

Poltronas preferidas
Sem dúvida as poltronas preferidas dos viajantes de ônibus, são aquelas localizadas ao lado das janelas, pois isto ajuda a aproveitar melhor a viagem, admirando a paisagem e acompanhando o trajeto. Além disso, as poltronas centrais são as mais cobiçadas.

Facilidade
Na compra de passagem pela internet, você visualiza um pequeno mapa do ônibus, assim você pode verificar onde cada poltrona se localiza e escolher a de sua preferência.

Procure evitar
Quando for escolher sua poltrona no site da empresa de transporte ou no guichê da rodoviária, é aconselhável evitar as poltronas próximas do banheiro e da porta, para evitar que você seja incomodado durante a viagem, pela passagem constante de outros passageiros, principalmente se sua viagem for noturna.

Poltronas vazias
Escolher uma poltrona na janela, e mais próximas à porta e ao banheiro, é o ideal para quem gosta de viajar sozinho, devido a estas serem as últimas poltronas a serem escolhidas pelos demais passageiros. A poltrona número 13 também é pouco procurada devido a superstição com o número.

Idosos – a melhor idade e os cuidados para uma viagem tranquila.

Atualmente a terceira idade tem sido considerada por muitas pessoas a melhor época para se viajar. Cheio   s de energia, as vovós e os vovôs estão cada vez amis buscando uma forma de se divertirem e aproveitar a vida. Segundo o IBGE hoje no Brasil existem mais de 23 milhões de homens e mulheres na chamada terceira idade, e estes tem viajado cada vez mais, sejam em viagens com a família, amigos ou grupos da chamada melhor idade.

Mas para que a viagem seja a mais proveitosa possível, é importante ficar atento para alguns cuidados especiais e que os idosos precisam tomar quando decidem viajar, para a isso a Rodosoft fez uma pequena lista dos principais cuidados que devem ser tomados ao se planejar uma viagem na terceira idade.

Antes de viajar:

– Procure o seu médico, faça uma avaliação e exames necessários para atestarem que sua saúde está perfeita e em plenas condições de viajar;

– Anote o telefone de contato de seu médico, caso seja necessário entrar em contato durante a viagem;

– Faça uma relação dos medicamentos que poderá usar em caso de alguma necessidade.

– Caso você utilize medicamentos regularmente, organize uma lista com todos os remédios e os horários de consumo ou aplicação dos mesmos.

– Verifique o prazo de validade da carteira do seu plano de saúde, e se o mesmo tem rede de atendimento na cidade para o qual você estará viajando.

– Quando for organizar o roteiro da sua viagem, atente para os locais de passeio, veja se os mesmos oferecem segurança e acesso as pessoas mais idosas.

– Evite levar malas muito pesadas, além de dificultar sua locomoção elas podem causar dores nas costas e braços.

 

Durante a viagem

– Quando organizar sua bagagem de mão, inclua nela todos os seus medicamentos, receitas e documentos.

–  atente para sua alimentação durante a viagem, este deve ser leve e balanceada para evitar problemas de má digestão, muito comuns em idosos.

– Hidrate-se. Lembre-se que o consumo de água é indispensável durante toda a viagem.

– Evite ficar muito tempo sentado durante a viagem, faça pequenas caminhadas, desça no ônibus durante as paradas, isso ajuda a evitar problemas circulatórios.

No seu destino

– Certifique-se que o quarto do hotel/pousada tem fácil acesso, são arejados e existe uma forma fácil de comunicação com a recepção, caso seja necessário pedir alguma ajuda.

– Opte por quartos amplos, no térreo ou bem próximos dos elevadores, e que tenham banheiros equipados com barras de segurança para idosos.

– Evite passeios com longas caminhadas, por terrenos acidentados ou por locais onde a comunicação via telefone é difícil e muito longe do centro da cidade, pois isso pode dificultar o pedido de ajuda em caso de algum imprevisto

– Jamais faça passeios desacompanho ou sem estar de posse dos seus documentos e remédios de uso continuo e controlados.

– Fique atento a exposição solar, lembre-se de sempre usar um chapéu e o filtro solar. Evite passeios em horários em que o sol está mais forte.

– Atenção a sua alimentação, evite exageros, e mantenha uma dieta equilibrada.

 

A melhor exige atenção especial, fique atento a estes pequenos cuidados, e garanta uma viagem tranquila e livre de imprevistos.

Faça já sua mala e embarque para aquela viagem tão sonhada.

 

Problemas na sua viagem? Tenha um plano B e saiba como evita-los.

Chegaram as tão esperadas férias de julho, e você já fez todo o planejamento da sua viagem, passagens compradas, hotel reservado, malas organizadas e toda a expectativa para passar alguns dias longe da rotina diária e aproveitando cada momento.

Mas lembre-se que tão importante quando planejar a sua viagem e seus passeios, é fundamental também, ter um plano B.

Imprevistos podem acontecer e você precisa estar preparado para enfrenta-los. Veja abaixo algumas dicas:

– Viagem cancelada. Dias antes daquela viagem tão esperada, surge um imprevisto e você não pode mais viajar, o que fazer com a passagem já comprada? A passagem comprada pela internet pode ser cancelada ou trocada desde que você respeite o prazo mínimo de 3h antes do horário de embarque na rodoviária. AQUI você tem todas as informações de como proceder.

– Tenha uma caderneta ou agenda com todos os contatos necessários caso aconteça algum imprevisto em sua viagem, telefone de um parente próximo, do médico e até mesmo do hotel no qual você fez reserva ou está hospedado.

– Faça as reservas no hotel com antecedência e tenha tudo anotado, ainda assim, tenha com você o contato de um outro hotel ou pousada, caso seja necessário trocar a hospedagem no meio da viagem;

– Faça duas cópias autenticadas de seus documentos, deixe uma em casa e a outra leve com você, em caso de perda você poderá se identificar e não passará por maiores problemas durante a viagem ou quando retornar da mesma.

– Programe sua saída para a rodoviária da cidade de origem, anote o telefone da mesma, para em caso de problemas ou de você se perder no caminho, conseguir fazer contato.

– Faça um roteiro alternativo para sua viagem, caso aquele passeio ao parque temático não possa ser feito, você saberá como aproveitar o tempo sem ter que ficar trancado no quarto do hotel.

Atente para as pequenas dicas acima, organize seu plano B para driblar situações inusitadas durante sua viagem e você poderá aproveitar ao máximo o seu passeio.

 

Oito acessórios que podem salvar sua viagem de ônibus

Cada vez que arrumamos as malas, percebemos que alguns itens sempre estão presentes e o quanto eles podem ser indispensáveis, no caso de esquecermos um deles, principalmente os acessórios de viagem.

Pensando em te ajudar a evitar pequenos e desagradáveis imprevistos na sua próxima viagem, a Rodosoft decidiu selecionar os principais acessórios que são indispensáveis em qualquer viagem de ônibus.

Carrinho dobrável

Nós sabemos que hoje em dia maioria das malas possuem rodinhas, mas também sabemos o quanto pode ser difícil caminhar por aí carregando duas malas, mais bagagem de mão, enquanto você caminha pela rodoviária até o ônibus ou depois da viagem.

Um carrinho dobrável é ideal para estes momentos, eles são leves, compactos e podem auxiliar muito na sua viagem.

Travesseiro de pescoço

Quem nunca fez uma viagem de horas e chegou no destino com aquela dorzinha inconveniente no pescoço?

Eis um item indispensável em qualquer viagem, pois eles ajudam muito na hora daquele cochilo durante a viagem, ajudando a relaxar e apoiar a cabeça.

Existem no mercado modelos infláveis que são uma ótima solução, pois ao final da viagem você pode esvazia-los e guardar sem que isso ocupe espaço na sua mala de mão.

Máscara de dormir

Viagens longas, sejam elas realizadas durante o dia ou a noite, são sempre uma boa oportunidade para um cochilo, não é mesmo?

Melhor ainda se o seu sono não for importunado por excesso de luz, seja nas viagens durante o dia, quando a claridade dentro do ônibus é maior, ou nas viagens noturnas, pois as luzes da estrada ou a luz de leitura do passageiro sentado na poltrona ao lado podem causar um certo desconforto ao seu sono.

Para evitar isso, as máscaras de dormir são um acessório indispensável. Invista na sua.

Bateria externa 

Um boa dica no caso de viagens longas onde a possibilidade de recarregar seu celular é menos, uma boa dica é investir numa bateria externa para o seu aparelho, por serem portáteis, podem ajudar a recarregar seu telefone ou outro aparelho eletrônico em meio a uma viagem, garantindo assim, que você não fique incomunicável durante o percurso.

Cabo de celular universal 

Um acessório novo que possui diversas entradas diferentes, com um conexão USB, com ele você pode recarregar seu celular, tablet e outros pequenos aparelhos eletrônicos com um único carregador, facilitando sua vida e garantindo que você mantenha-se conectado durante sua viagem.

Fones de ouvido  

Um acessório básico para todo viajante, seja para poder ouvir a vontade sua música preferida, ou para curtir um filme no tablet ou notebook.

Além de ser uma ótima pedida para abafar sons externos como a conversa na poltrona da frente, o choro daquele bebê ou o barulho da estrada. Carregue sempre com você o seu fone de ouvido.

Adaptador de fone de ouvido para 2

Falando ainda sobre fones de ouvido, um adaptador de fone para duas pessoas é um grande aliado para quem gosta de viajar acompanhado, perfeito para ouvir música ou assistir filmes com a pessoa que está sentada na poltrona ao lado, seja ela um amigo, parente ou seu par.

Adaptador de tomada universal 

Um acessório que pode salvar sua viagem. Imagine chegar num hotel ou pousada e descobrir que a tomada do quarto não é conectável com o carregador do seu celular?

Invista nesta pequena peça, que com certeza será de grande utilidade nas suas viagens.

Reúna seus acessórios e garanta uma viagem tranquila e sem aqueles pequenos imprevistos que podem atrapalhar seu passeio.

Viajar sozinho – Descubra as maravilhas de uma folga do mundo

Viajar sozinho - Dicas importantes

Viajar sozinho é um desejo comum na maioria das pessoas, porém com todas as atribulações dos dias atuais, muitas vezes é difícil conciliar agendas, férias, e disposição para viajar na companhia de outra pessoa.

Isso vem se tornado cada vez mais comum entre as pessoas, o fato de viajar sozinhas e principalmente, viajar de ônibus, o que causa um certo charme adicional.

Fazer uma viagem sozinho pode ser uma ótima experiência, seja para conhecer a si mesmo, vencer medos, conhecer novos lugares, curtir uma liberdade diferente e permitir-se a fazer novas amizades e tudo mais que só o fator viajar nos proporciona.

Porem, precisamos prestar atenção em alguns detalhes para garantir que sua viagem seja perfeita.

Viajar sozinho e o planejamento

Viajar sozinho também requer planejamento, definir hospedagem, lugares, roteiros de viajem e despesas.

Importante também escolher um destino favorável a uma viagem sozinho.

Lugares com muitas baladas e passeios românticos podem ser um pouco entediantes para quem viaja sozinho, busque destinos que favoreçam passeios, caminhadas e aventuras.

DICA: quando montar o seu roteiro de viagem seja flexível. Aproveitar dicas dos moradores locais pode ser uma grande surpresa e fará você conhecer lugares incríveis.

Viajar sozinho possibilita que você socialize

Muitas pessoas que viajam sozinhas, preferem hospedar-se em hostel ou albergues, o que além de ser uma opção barata é em si uma ótima oportunidade para você conhecer novas pessoas.

Albergues costumam ter muitas áreas de convívio coletivo e isso possibilita que você converse com um maior número de pessoas, troque dicas, experiências e faça novas amizades.

Anote e fotografe tudo na sua viagem sozinho(a)

Uma das grandes facilidades que a tecnologia nos trouxe é a possibilidade de termos um aparelho celular com câmera de qualidade e bloco de notas.

Aproveite a viagem sozinho para fotografar lugares e ângulos diferentes, faça anotações sobre estes lugares que visitou, para que não se perca nenhum detalhe no momento de contar sobre sua viagem para seus amigos e familiares.

Viajar sozinho é ser um explorador

Numa viagem sozinho você pode aproveitar ao máximo sua liberdade, converse com as pessoas do local onde você está hospedado e busque dicas de lugares incríveis para visitação.

Aproveite as manhãs e acorde cedo, faça uma caminhadas pelas ruas próximas, vá até uma praça ou parque, desvende pequenos segredos e belas imagens da cidade em que você está conhecendo.

Mantenha contato ao viajar sozinho

Viajar sozinho pode ser muito divertido mas lembre-se de manter contato com a família ou os amigos. É importante avisar-lhes que você está bem, informar o local onde você está hospedado e deixar sempre um telefone ou meio de contato com você.

Viaje sozinho e seja livre

Em uma viagem sozinho você pode aproveitar ao máximo e caminhar sem um destino certo, ou então ficar um dia inteiro relaxando, ir naquele restaurante que oferece sua comida preferida ou aquele prato exótico que só você gosta de saborear.

Dicas extras para viajantes solitários

  • Evite chegar em um novo lugar a noite: Chegar num novo lugar durante o dia facilita sua localização, além de ajudar a reconhecer pontos de referência, próximos a rodoviária ou ao hotel onde você vai se hospedar;
  • Leve pouca bagagem: isso facilita sua locomoção ao chegar na cidade;
  • Faça uma cópia dos seus documentos: Tire fotos de seus cartões de créditos, documentos e tudo mais que seja importante e utilize apps de armazenagem na nuvem (Google Drive, Dropbox, e outros) para em caso de roubou ou extravio de suas malas, você consiga cancelar cartões ou mesmo ter acesso a cópias de seus documentos;
  • Leve sempre o celular nos seus passeios: Acidentes acontecem e assim você pode fazer contato em casos de emergência.

Cultura e sabor: conheça a cidade de Pelotas

Turismo em Pelotas RS

Localizada às margens do Canal São Gonçalo, na região sul do estado do Rio Grande do Sul, a cidade de Pelotas teve seu nascimento em junho de 1758, quando o General Gomes Freire de Andrade fez adoração de terras que ficavam perto da Lagoa dos Patos ao Coronel Thomaz Luiz Osório.

No entanto, foi no ano de 1763 que os primeiros habitantes chegaram à região. Estes vieram da Vila do Rio Grande e estavam tentando escapar da ocupação espanhola na vila, outros chegaram em 1777  e eram retirantes da Colônia de Sacramento, que foi entregue aos espanhóis no mesmo ano.

As primeiras charqueadas começaram a ser instaladas na região em 1780 com a chegada do charqueador português José Pinto Martins. As prosperidades destes estabelecimentos estimularam o crescimento da região, dando origem a povoação que mais tarde formaria o município de Pelotas.

Pelotas e as charqueadas

Com o sucesso das charqueadas, a região tornou-se mais rica, fazendo com que os grandes charqueadores locais investissem na construção de grandes palacetes, além de promoverem educação e cultura. Exemplo disso foi a construção e inauguração do Teatro Sete de Abril, no ano de 1831, antes mesmo de a vila ser elevada à condição de cidade.

Em 07 de abril de 1832, a Freguesia de São Francisco de Paula, fundada pelo Padre Pedro Pereira de Mesquita, foi elevada à categoria de Vila. No ano de 1835, a vila foi reconhecida como cidade com o nome de Pelotas. Este nome foi originado das embarcações de varas de corticeira forradas de couro, usadas para a travessia dos rios na época das charqueadas.

Pelotas como capital econômica da província

O grande sucesso e a expansão das charqueadas transformaram Pelotas na verdadeira capital econômica da província.

Até os dias atuais, a cidade possui a segunda maior concentração de curtumes do estado, estando ainda entre as maiores produções de curtição de couro do Brasil. Pelotas hoje é lembrada principalmente como a principal metrópole do extremo sul brasileiro, terra de doces deliciosos, arquitetura ímpar e cultura, que pode ser comprovada através de seus prédios de influência europeia, muitos já tombados que fazem de Pelotas a capital cultural do interior do estado.

Pontos turísticos de Pelotas

Antigo prédio do Banco do Brasil

Inaugurado em 14 de julho de 1928, o prédio possui dois pavimentos, destacando-se na paisagem pela riqueza de seus elementos, principalmente pela cúpula, sacadas, detalhes arabescos e embasamento em pedra.

Biblioteca Municipal

O edifício fundado em 1875 foi construído no estilo historicismo eclético, composto por colunas e pilastras, um globo coroa toda a construção, como marco da sabedoria e símbolo máximo do Positivismo. Em seu interior existem várias pinturas, nas paredes laterais, e painéis junto ao teto.

Catedral São Francisco de Paula

O mais importante edifício religioso da cidade, a Catedral foi construída em três fases. A primeira com a construção da capela de 1813, com um pequeno santuário construído em alvenaria com telhas de barro. Em 1846, o Imperador Dom Pedro II lançou a pedra fundamental para a construção da nova capela, pois a primeira havia sido destruída por um raio em 1826. Sua terceira fase foi em 1933 com a ampliação do seu espaço para alojar 1.700 pessoas. A catedral abriga, desde sua primeira construção, a imagem de São Francisco de Paula, trazida da Colônia de Sacramento. O santo é o padroeiro da cidade de Pelotas.

Teatro Sete de Abril

O prédio simples possui características da linguagem colonial. Inaugurado em 2 de dezembro de 1833, seu nome pode ser interpretado por duas vias, em âmbito nacional como homenagem ao dia em que o Dom Pedro I abdicou do seu trono em favor de seu filho, e em âmbito regional, pode ser referência a data de instalação da vila.

Teatro Guarani

Inaugurado em 30 de abril de 1921, o prédio destaca-se pela sua grande volumetria, sua fachada com figuras e alegorias tem motivos indígenas, como um terraço e marquise com linhas sinuosas no estilo Art Nouveau em ferro e vidro.

Cachoeira do arco-íris

Um lugar onde a natureza não tem restrição para sua expressão. Composição divina contemplada por grandes agrupamentos de pedras, matas e águas cristalinas, que se relacionam de forma harmônica, criando uma atmosfera de pura beleza natural.

Templo das Águas

Um local para encontrar além de contato com a natureza, paz interior. Assim como as águas têm seu fluxo, a proposta é de renovação para quem conhece o local. O nome ‘Templo das Águas’ foi escolhido para retratar que cada lugar é um templo onde se pode buscar o “eu” interior. O espaço reserva momentos de lazer e serenidade, inclusive para quem pratica ioga ou meditação. Local para quem deseja fugir da correria do dia-a-dia, deixar o relógio de lado e se permitir ouvir apenas o canto das águas.

A Feira Nacional do Doce – Fenadoce

A Fenado é um evento anual realizado para promover a cultura doceira da cidade de Pelotas. Difundindo o trajeto histórico dos doces, que resultam da integração de dezenas de etnias e misturam visões de mundo tanto ocidentais quanto orientais, para todo Brasil e exterior.
https://www.fenadoce.com.br/

Conheça toda a cultura e a beleza natural da cidade de Pelotas e ainda saboreie a maior variedade e os melhores doces do estado. Garanta sua passagem para Pelota aqui.