Viajando com crianças

 Viajar é muito bom e quanto incluímos a família toda no passeio é melhor ainda! Não há nada melhor do que curtir as férias com quem amamos, mas algumas dicas são importantes para que ocorra tudo bem durante a viagem.

Ainda mais se as crianças forem pequenas e a duração da viagem for longa. Assim como nós, adultos, as crianças podem ficar inquietas por ter que passar tanto tempo sentados ou paradinhos nos acentos.

Todos sabemos que viagens e lugares diferentes podem afetar o humor e a saúde de crianças pequenas, pois a rotina diária é alterada, a cama, o clima e as comidas são diferentes.

Documentação da família

Em uma pequena pasta guarde os documentos do seu filho, como certidão de nascimento, caderneta de vacinação, documento de identidade e passaporte (caso tenham), além de anotar os contatos do médico do seu filho, e carteirinha do plano de saúde para casos de emergência. Consulte o post sobre documentação para crianças viajarem.

Roupas e calçados

Sempre é bom verificar se as roupas escolhidas estão no tamanho adequado, pois as crianças crescem muito rapidamente. Imagina chegar no destino e o sapatinho fica apertado no pequeno? Tento cuidado na seleção das roupas e calcados, evitamos gastos desnecessários com compras de ultima hora.

Brinquedos

Leve uma pequena mala de mão apenas com os brinquedos preferidos do seu filho, isso além de o distrair durante a viagem, faz com que ele se sinta mais seguro e num ambiente mais familiar durante toda a viagem.

Tablet

Um grande aliado dos pais, este aparelho pode ser utilizado para baixar desenhos, joguinhos, livros ou revistas que podem ajudar a entreter seu filho durante o trajeto da viagem. Mas lembre-se de carregar a bateria antes da viagem.

Você pode contar com o PowerBank, que armazenam energia e servem como recarregador portátil.

Lembre-se que é importante levar também os fones de ouvido para que seu filho curta um filme, desenho, jogo ou musica sem problemas e sem atrapalhar os demais passageiros do ônibus.

Alimentação

Lembre-se de levar uma valise com alimentos que podem ser consumidos durante a viagem como frutas, sucos e sanduíches. Uma pequena mala ou bolsa com toalhinhas de boca ou lenços umedecidos para facilitar a higiene dos pequenos após o lanche.

Caso seus filhos ainda sejam bebês de colo, é interessante também levar uma camisa ou blusa extra para os pais, pois durante o lanche ou a mamadeira de seu filho, você pode se sujar.

Ofereça água ao seu filho durante a viagem, a hidratação é fundamental em qualquer época do ano.

Medicamentos

Viagens sempre expõem as crianças a alteração de temperaturas e climas diferentes, para evitar ou aliviar sintomas de gripes e resfriados, carregue sempre uma malinha de mão com primeiros socorros com remédios contra febre e mal-estar, além de um antigripal que a criança já esteja acostumada a usar.

Carregue sempre um bom protetor solar, crianças gostam de brincar e ficar ao sol, mas lembre-se de evitar uma exposição excessiva ao sol. Assim como repelentes de insetos é muito importante.

O movimento do ônibus pode provocar enjoos e náuseas nas crianças, por isso é importante levar um remédio antiemético prescrito previamente por um médico.

Fique atento a carteira de vacinação das crianças, para que estejam todas em dia e evite assim, problemas com doenças durante a sua viagem.

É importante levar consigo receitas dos medicamentos contínuos que sua família usa.

Na hora de comprar a passagem, compre na janela para seu pequeno ou sua filhota curtir a viagem. Outra dica importante é manter uma cobertinha por perto, pois normalmente no ônibus há ar condicionado ligado o tempo todo. Um bichinho de pelúcia e o travesseirinho para uma soneca pode ser uma ótima ideia.

E por fim, use sempre cinto de segurança para manter você e seus filhos protegidos. Viagem segura é viagem tranquila.

 

18 de maio – Dia Internacional dos Museus

Comemorando o Dia Internacional dos Museus, O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) participou da abertura da exposição “O Museu dá Samba – A Imperatriz é o Relicário no Bicentenário do Museu Nacional”, realizada pelo Museu Nacional, no Rio de Janeiro (RJ). Na ocasião, foi anunciada parceria do órgão com a Caixa Econômica Federal para divulgação de grandes museus nos bilhetes de loteria federal.

Há centenas de museus no Brasil todo e o Rio Grande do Sul é o estado que tem a maior quantidade de museus por habitante. De acordo com o Ibram, a média nacional per capita é de um museu para cada 67 mil habitantes, porém no RS esta média é de 26,6 por habitante. Aqui no RS são mais de 390 museus espalhados pelos 4 cantos do estado.

Quando se fala em Museus Gaúchos, um fato importante é que 80% deles tem entrada gratuita. É importante verificar os dias de funcionamento e os dias de gratuidade (caso alguns tenha cobrança de entrada) e organizar seu passeio.

15% dos museus gaúchos ficam na capital gaúcha, e nem sempre trata-se de conhecer o passado, há muitos museus que falam de futuro também, como museus de tecnologia, inovação e ainda há museus de fauna e flora.

Dia 18 de maio comemora-se o Dia internacional dos Museus, data criada para sensibilizar o público geral para a importância dos museus na sociedade.  Os museus não são apenas guardiões do passado, são portas abertas à história e cultura do homem. Nos museus encontramos fragmentos do passado preservados, fazendo dos museus pontes que ligam e desligam mundos, tempos, culturas e pessoas diferentes.

“O museu é o lugar em que sensações, ideias e imagens de pronto irradiadas por objetos e referenciais ali reunidos iluminam valores essenciais para o ser humano. Espaço fascinante onde se descobre e se aprende. Nele se amplia o conhecimento e se aprofunda a consciência da identidade, da solidariedade e da partilha.” Esta é a definição de museu segundo o site do IBRAM – Instituto Brasileiro de Museus.

Uma forma de você saber mais sobre os museus brasileiros é consultando a plataforma Musesbr, é uma plataforma colaborativa, onde você também pode indicando museus que existem na sua cidade e que não constam na lista.

Além disso, pode pesquisar os eventos que acontecem próximos a você.

Uma das cidades gaúchas com maior número de museus é a cidade de Rio Grande. Berço do estado do Rio grande do Sul, a cidade foi a primeira fundada no estado, no dia 19 de fevereiro de 1737. Num breve passeio pelo centro da cidade, pode-se conhecer prédios históricos como o Prédio da Prefeitura Municipal, o Prédio da Alfândega, a Biblioteca, Catedral de São Pedro, mais antigo templo religioso do  RS, e a Biblioteca Rio-grandense.

Além de toda a história arquitetônica espalhada pela cidade, Rio Grande oferece aos visitantes uma grande variedade de museus que possibilitam uma viagem no tempo e nas tradições.

Museu Oceanográfico “Prof. Eliézer de Carvalho Rios” – o maior museu oceanográfico da América latina. Fundado em 8 de setembro de 1953, o Museu Oceanográfico mantém uma exposição pública sobre a vida e a dinâmica dos oceanos, apresentada em painéis, maquetes e diversos equipamentos utilizados em pesquisas oceanográficas.

Museu Naval – Coloca à disposição dos visitantes a história e a ação da Marinha no extremo Sul do Brasil.

Eco-Museu da Ilha da Pólvora – Fundado em 1999 tem como objetivo  uma ação ambiental no sentido de dar uma  proteção mais eficaz do patrimônio natural e cultural da região.

Museu Antártico – sua exposição mostra um pouco da vida no continente gelado e a presença do Brasil na Antártica. O prédio do Museu Antártico é uma reprodução das primeiras instalações da Estação Antártica “Comandante Ferraz” e está localizado anexo ao Museu Oceanográfico.

Museu de Coleção de Arte Sacra e Capela São Francisco – O museu conta hoje com mais de 2 mil peças, entre  livros de registro da Colônia de Sacramento; ostensórios, resplendores e cálices de ouro, prata e pedras preciosas; crucifixos de jacarandá; móveis de devoção remanescentes dos séculos passados, como também livros sagrados, como bíblias, livros de oração e missais.

Museu Histórico da cidade do Rio grande – O museu da cidade guarda hoje os mais variados objetos relativos à pré-história e a história do município.

Museu Náutico –  seu acervo dispõe de embarcações, equipamentos de navegação, pesca e sinalização náutica, mapas e maquetes de acordo com os modernos princípios da museologia. Tem como finalidade resgatar, preservar e divulgar a cultura e o conhecimento náutico local.

Museu da Comunicação “Rodolfo Martensem” – este museu busca resgatar a memória da comunicação em suas diferentes vertentes. No seu acervo encontram-se coleções de discos, rádios e equipamentos de TV. A coleção de aparelhos de rádio impressiona pela diversidade, com vários modelos de diferentes épocas do século XX e alguns ainda em perfeito funcionamento.

Museu do Porto – No seu interior está a primeira locomotiva do DEPREC (Departamento de Portos, Rios e Canais) e o vagão-leito usado pelos técnicos e engenheiros da Compagnie Française du Port Rio Grande do Sul, para fiscalização das obras de construção dos Molhes da Barra e do porto da cidade, no início do século XX. Além de inúmeras fotos, mapas, jornais, cartas náuticas, livros-registro do porto, memoriais descritivos de obras e equipamentos de navegação.

Fonte: Instituto Brasileiro de Museus

 

Santa Cruz do Sul e a Oktoberfest

Localizada na região do Central do Rio Grande do Sul, a 155 km de Porto Alegre, está a cidade de Santa Cruz do Sul,  conhecida como a cidade da cerveja. A cidade é conhecida pela mundialmente famosa Oktoberfest, festa da cultura germânica.

Colonizada por imigrantes alemães que chegaram em suas terras em 1849, primeiramente foi construída a colônia de Santa Cruz às margens do Rio Pardo e Arroio Taquari Mirim.

A cultura cervejeira é tão forte na região que estuda se um roteiro turístico de apreciação da bebida pontos de venda e degustações e a cidade conta com aproximadamente seis cervejarias.

Em outubro, a cidade se transforma para acolher milhares de turistas que vão a Santa Cruz do Sul para conhecer e aproveitar a culinária, a cultura e principalmente a cerveja.

Uma interessante atração da Oktoberfest são as bandas tipicamente alemãs, apesar de vários shows com artistas nacionais e internacionais os turistas vão para dançar ao som dessas bandinhas.

A cidade possui vários atrativos, belos locais turísticos, centros universitários e é muito agradável, limpa e organizada.

Túnel Verde – Um amplo corredor verde, formado por cerca de 300 árvores da espécie tipuana com mais de 60 anos. O Túnel Verde abrange uma extensão de aproximadamente 780 metros, cobrindo dez quadras ao longo da rua Marechal Floriano.

Durante o dia, as tipuanas oferecem uma sombra privilegiada a quem cruza o Centro da cidade. No Natal e no Ano Novo, o túnel ganha iluminação à noite, destacando ainda mais a beleza da área central.

Catedral São João Batista – É uma das maiores igrejas estilo neogótico da América do Sul possui uma majestosa arquitetura e está localizada no centro da cidade a construção iniciou em 1928 e foram necessários oito anos para concluir a obra.

Casa de Artes Regina Simonis e Associação Pró-Cultura – Abriga exposições de esculturas, desenhos e pinturas de artistas locais e de outras regiões do país. O prédio foi edificado em 1922 para ser sede do Banco Pelotense, posteriormente dando lugar ao Banco do Estado Rio Grande do Sul.

Também foi ocupado pela Secretaria da Fazenda e Tesouro do Estado. Sua arquitetura rica em detalhes foi decisiva para que viesse a ser tombado como patrimônio histórico e cultural.

Monumento ao Imigrante – Uma homenagem prestada pela comunidade santa-cruzense aos colonizadores. É um mosaico, com onze metros de largura por três de altura, composto por centenas de cacos de ladrilhos, trabalhados com torquês e esmeril. Criado pelo desenhista santa-cruzense Hildo Paulo Müller e inaugurado em 25 de janeiro de 1969.

Prefeitura Municipal – Localizada no centro da Praça da Bandeira, o prédio foi construído em estilo neoclássico, lembrando as antigas formas dos templos gregos.

O local foi edificado para ser a sede da Câmara Municipal e a resolução para sua construção, na então Praça do Carvalho, partiu dos moradores da Vila de São João de Santa Cruz, através de votação em 1886. A obra foi concluída em 30 de julho de 1889.

(*) Informações da Secretaria Municipal de Comunicação de Santa Cruz do Sul (RS)

 

Aprendendo enquanto viaja

Você já escutou um podcast? Pois saiba que é uma excelente forma de colocar o conhecimento em dia!

Se você adora estudar, conhecer coisas novas, pode apostar nos podcasts que são excelentes opções para quem vai viajar e quer aproveitar o tempo para aprender muito sobre os assuntos que você gosta.

Podcast é como um programa de rádio disponível online e que você escuta conforme a sua disponibilidade e interesse. Normalmente tem vários episódios e você vai baixando no seu celular ou tablet e escuta enquanto enfrenta um engarrafamento, faz uma viagem ou até mesmo, relaxando no sofá.

O tempo está passando cada vez mais rápido e nos vemos garimpando minutos em atividades diárias para poder aproveitar e otimizar melhor nossa agenda.

Estudar, conhecer e aprender requer tempo e muitas pessoas aproveitam os minutos no trânsito ou em viagens rodoviárias para escutar podcast que vão agregar muito conhecimento na sua vida pessoal e profissional.

O que aprender com podcast?

Inglês

https://www.eslpod.com/index.html

https://www.npr.org/podcasts/

https://serialpodcast.org/

Francês

http://www.dailyfrenchpod.com/

http://onethinginafrenchday.podbean.com/

Espanhol

https://www.hoyhablamos.com/

https://www.ivoox.com/podcast-se-habla-espanol_sq_f1171214_1.html

Italiano

https://www.newsinslowitalian.com/

Alemão

https://slowgerman.com/category/sg-podcast-episode/

https://radiolingua.com/category/coffee-break-german/

Lembre-se de levar os fones de ouvido, pois não precisamos invadir a privacidade dos outros passageiros.

Conhecimento Geral

Cultura Nerd: https://jovemnerd.com.br/nerdcast/

Pretinho Básico: http://atl.clicrbs.com.br/pretinhobasico/

Escriba Café: https://escribacafe.com/tagged/podcast

Fronteira da Ciência: http://www.ufrgs.br/frontdaciencia/

PodProgramar: https://mundopodcast.com.br/podprogramar/

Diversos assuntos: https://www.b9.com.br/podcasts/

 

Mas se você prefere escutar música? Aqui tem uma seleção incrível de playlists.