Informações sobre troca ou cancelamento de passagens

A viagem estava toda programada, roteiro pronto e passagens compradas, porém, em cima da hora, surgiu um problema e você não poderá mais viajar. Não bastasse a frustração de ter que adiar o tão esperado passeio fica a dúvida do que fazer com as suas passagens compradas.
Neste texto, a Rodosoft Tecnologia reuniu as principais dúvidas sobre troca de passagens de ônibus, cancelamentos e reembolsos, que irão te ajudar caso você passe por este problema.

Posso cancelar minha passagem?

No caso de você ter comprado sua passagem e não poder viajar, você pode realizar o cancelamento da mesma, dirigindo-se diretamente aos guichês da rodoviária de origem, com no mínimo 03 horas de antecedência em relação ao horário de partida do ônibus.

Comprei minha passagem pela internet, posso fazer o cancelamento dela?

Passagens compradas pela internet também podem ser canceladas. Se você ainda não fez a troca do voucher pela passagem, basta enviar um e-mail para empresa de transporte no qual realizou a compra, solicitando o cancelamento da mesma. Para compra de passagens na internet segue a regra de que esta solicitação deve ser realizada com 3 horas de antecedência ao horário da viagem.

Receberei o reembolso do valor da passagem que solicitei cancelamento?

Sim. No caso de cancelamento de passagem, o passageiro receberá o reembolso do valor pago, lembrando que segundo a resolução 978/2005 da ANTT, a empresa de transporte rodoviário poderá reter até 5% do valor da passagem, no caso de cancelamentos.

Comprei minha passagem pelo cartão de crédito, será feito reembolso?

No caso de compra de passagem pela internet, com pagamento por cartão de crédito, a empresa que emitiu a passagem realizará o estorno da compra diretamente com a empresa do cartão, e o valor referente a passagens deverá constar na sua fatura entre 30 e 60 dias após o cancelamento da passagem.

Posso trocar a data da minha passagem?

Sim, realizar a troca da data da viagem rodoviária é simples e fácil. Para isso, você deve se dirigir a estação rodoviária da cidade de origem, ir diretamente a um dos guichês de venda de passagem, mantendo a antecedência de 3 horas ao horário de embarque.

Lembrando que a troca só poderá ser realizada mantendo o trecho e o valor da passagem, assim, você pode fazer a troca do dia da viagem, mas não a troca por uma passagem para outro destino. Caso você opte por realizar a troca para um destino diferente, a empresa de transporte tem o direito de cobrar a diferença do valor da passagem.

Gramado – a beleza da serra gaúcha

Gramado - a beleza da serra gaúcha

Conheça a Cidade de Gramado – a beleza da serra gaúcha.

A saber, Gramado é uma cidade localizada na Região das Hortênsias, no estado do Rio Grande do Sul.

De fato, o município recebe muitos turistas nacionais e estrangeiros devido a beleza encantadora da serra.

Então, vamos fazer um tour pela cidade de Gramado?

Origem da Cidade de Gramado

Conforme indícios, o nome da cidade teve origem devido a fama de possuir campos de grama macia.

Primeiramente, Gramado teria sido habitada pela população indígena, mais especificamente por índios caingangues.

Posteriormente, o município era ponto de referência para descanso de tropeiros açorianos.

Já em meados do ano de 1913, começou a colonização no local por imigrantes alemães e italianos.

Todavia, a emancipação de Gramado ocorreu somente no ano de 1954.

Como chegar em Gramado – a beleza da serra gaúcha

Para quem toma como ponto de partida a capital do estado, deverá percorrer cerca de à 110 quilômetros de distância.

Já a rota saindo de Porto Alegre com destino a Gramado deverá se dar pelas:

  • BR-116;
  • RS-239;
  • RS-115.

Pontos Turísticos da cidade de Gramado no RS

Sem dúvida, Gramado é uma cidade encantadora, sendo o destino gaúcho mais procurado pelos viajantes de todo o Brasil.

Passeando pelas ruas de Gramado é possível apreciar a arquitetura peculiar, com traços europeus da cultura alemã, italiana e suíça.

Certamente, além da beleza da cidade, o município dispõe de muitos locais turísticos, além de uma saborosa gastronomia.

No inverno, mais precisamente nos meses de junho e julho a cidade torna-se o centro das atenções dos viajantes.

Pois os turistas buscam uma viagem agradável, para acompanhar os dias frios e, se der sorte, conferir a neve que muitas vezes cai durante os dias mais gelados.

Gramado oferece aos viajantes, inúmeros pontos turísticos, sejam eles naturais em parques e praças.

Além de museus e inúmeros parques temáticos que proporcionam a diversão para todos os gostos.

Eventos na cidade de Gramado no RS

Além de dispor de lindos locais para serem apreciados, a cidade de Gramado também sedia ótimos eventos.

Dentre os eventos mais badalados da cidade, se destacam:

  • Chocofest
  • Festival de Cinema
  • Natal Luz

Chocofest

A saber, a Chocofest é um evento temático em alusão à comemoração da Páscoa.

De fato, a cidade fica lindamente decorada com adereços que remente a festividade.

Algumas semanas antes da Páscoa, a cidade disponibiliza um cronograma contendo desfiles, espetáculos e eventos religiosos.

Festival de Cinema

O Festival de Gramado é um festival de cinema realizado no Palácio dos Festivais, localizado na Avenida Borges de Medeiros.

Anualmente, o evento ocorre desde o ano de 1973, sendo que nos últimos anos a realização do mesmo tem se dado no mês de Agosto.

De antemão, o evento reúne celebridades nacionais e internacionais com a premiação de produções brasileiras, bem como de origem latina.

De fato, pelo reconhecimento ao trabalho, os artistas e produtores recebem um troféu chamado de Kikito.

Certamente, vale muito a pena passear em Gramado durante a realização do evento para encontrar muitas celebridades.

Natal Luz

Já o Natal Luz é um evento que traz a tona a Magia do Natal.

Inegavelmente, a cidade fica encantadora com a decoração natalina das ruas, casas e comércio local.

Além disso, a cidade se programa com uma agenda de eventos desfiles e espetáculos a serem apreciados pelo público.

Normalmente, a programação de eventos do Natal Luz inicia no mês de Novembro, contendo atrativos até os primeiros dias de janeiro do próximo ano.

Venha passear em Gramado – a beleza da serra gaúcha

Então, venha passear em Gramado e apreciar a beleza da serra gaúcha.

Após escolher qual dia e horário você quer estar na cidade, aproveite para programar a sua viagem com antecedência.

Afinal, você pode comprar com a TopPassagens a sua passagem online e se encantar com as belezas de Gramado.

Conheça a cidade de Santa Cruz do Sul

A cidade de Santa Cruz do Sul fica a 155 km da capital Porto Alegre, situada na região central do Rio Grande do Sul. O início da colonização na região deu-se com a abertura do caminho da “Picada Santa Cruz”, posteriormente denominada Linha Santa Cruz. Esta foi aberta com o objetivo de encurtar o caminho entre a cidade de Rio Pardo e Cruz Alta.
Em 2 de dezembro de 1849 foi constituída a Colônia de Santa Cruz nas terras do distrito rio-pardense da Serra do Botucaraí, entre a margem esquerda do rio Pardo e o arroio Taquari Mirim, quando no mesmo ano chegaram os primeiros imigrantes alemães da nova colônia.
Em 1877, a povoação da freguesia de São João de Santa Cruz foi elevada à condição de vila e teve seus limites definidos, emancipando-se em 1878, sendo atualmente o município polo do Vale do Rio Pardo, considerada Capital Nacional do Fumo por ser uma das maiores produtoras e possuir os maiores centros de beneficiamento de tabaco do mundo.
Os visitantes da cidade de Santa Cruz do Sul encontram na cidade inúmeros pontos turísticos de beleza inigualável como:
Catedral São João Batista
Sua construção iniciou em 1928 e demorou oitos anos para que ficasse pronta. Hoje é uma das maiores igrejas em estilo neogótico da América do Sul, ponto de referência da cidade por sua majestosa arquitetura, está localizada no centro da cidade.

Parque Municipal da gruta dos índios
Os primeiros habitantes acreditavam que a gruta, uma formação geológica natural que deu nome ao parque, fosse habitada por índios, mas estudos recentes negaram essa possibilidade. O Parque dispõe de um restaurante, churrasqueiras, cascata, teleférico, local para camping, lago com pedalinhos, playground e mini zoológico.

Parque da Santa Cruz
Localizado no Monte Verde de onde é possível ver toda a cidade.

Casa das Artes Regina Simonis
Construída em 1922, a casa realiza diversas exposições de artes em convênio com a Secretaria Estadual de Cultura e entidades particulares.

Monumento do Imigrante
O monumento foi criado pelo desenhista santa-cruzense, Hildo Paulo Müller e, inaugurado em 1969 como forma de homenagear os imigrantes que colonizaram o município. Nele constam a data da fundação da colônia – 1849 – e o nome dos primeiros colonizadores.

Centro de Cultura
O Centro de Cultura Jornalista J. Frantz tornou-se parada obrigatória para os visitantes da cidade. Localizado no prédio da Antiga Estação Ferroviária, inaugurada pelo então governador Borges de Medeiros, em 1905, hoje é reconhecido pelo seu acervo e exposições de arte.

Conheça a cidade de Santa Cruz do Sul, adquire sua passagem aqui:
http://www.santacruzbus.com.br/

Dia Internacional dos Museus

“O museu é o lugar em que sensações, ideias e imagens de pronto irradiadas por objetos e referenciais ali reunidos iluminam valores essenciais para o ser humano. Espaço fascinante onde se descobre e se aprende. Nele se amplia o conhecimento e se aprofunda a consciência da identidade, da solidariedade e da partilha.” Esta é a definição de museu segundo o site do IBRAM – Instituto Brasileiro de Museus.

Assim, lembramos que hoje, dia 18 de maio comemora-se o Dia internacional dos Museus, data criada para sensibilizar o público geral para a importância dos museus na sociedade.  Os museus não são apenas guardiões do passado, são portas abertas à história e cultura do homem. Nos museus encontramos fragmentos do passado preservados, fazendo dos museus pontes que ligam e desligam mundos, tempos, culturas e pessoas diferentes.

O estado do Rio Grande do Sul tem o maior número de museus por habitante. Segundo o IBRAM, são mais de 390 museus espalhados por todo o território gaúcho. De acordo com o Ibram, a média nacional per capita é de um museu para cada 67 mil habitantes, porém no RS esta média é de 26,6 por habitante.

Dois dados chamam bastante atenção quando falamos dos museus gaúchos, primeiro é que mais de 80% tem sua entrada gratuita, segundo é que apenas 15% dos museus estão situados na capital Porto Alegre, o que oferece a qualquer viajante a possibilidade de encontrar e visitar um museu em qualquer região do estado para a qual viaje.

Uma das cidades gaúchas com maior número de museus é a cidade de Rio Grande. Berço do estado do Rio grande do Sul, a cidade foi a primeira fundada no estado, no dia 19 de fevereiro de 1737. Num breve passeio pelo centro da cidade, pode-se conhecer prédios históricos como o Prédio da Prefeitura Municipal, o Prédio da Alfândega, a Biblioteca, Catedral de São Pedro, mais antigo templo religioso do  RS, e a Biblioteca Rio-grandense.

Além de toda a história arquitetônica espalhada pela cidade, Rio grande oferece aos visitantes uma grande variedade de museus que possibilitam uma viagem no tempo e nas tradições.

 

Museu Oceanográfico “Prof. Eliézer de Carvalho Rios” – o maior museu oceanográfico da América latina. Fundado em 8 de setembro de 1953, o Museu Oceanográfico mantém uma exposição pública sobre a vida e a dinâmica dos oceanos, apresentada em painéis, maquetes e diversos equipamentos utilizados em pesquisas oceanográficas.

Museu Antártico – sua exposição mostra um pouco da vida no continente gelado e a presença do Brasil na Antártica. O prédio do Museu Antártico é uma reprodução das primeiras instalações da Estação Antártica “Comandante Ferraz” e está localizado anexo ao Museu Oceanográfico.

Eco-Museu da Ilha da Pólvora – Fundado em 1999 tem como objetivo  uma ação ambiental no sentido de dar uma  proteção mais eficaz do patrimônio natural e cultural da região.

Museu de Coleção de Arte Sacra e Capela São Francisco – O museu conta hoje com mais de 2 mil peças, entre  livros de registro da Colônia de Sacramento; ostensórios, resplendores e cálices de ouro, prata e pedras preciosas; crucifixos de jacarandá; móveis de devoção remanescentes dos séculos passados, como também livros sagrados, como bíblias, livros de oração e missais.

Museu Histórico da cidade do Rio grande – O museu da cidade guarda hoje os mais variados objetos relativos à pré-história e a história do município.

Museu Naval – Coloca à disposição dos visitantes a história e a ação da Marinha no extremo Sul do Brasil.

Museu Náutico –  seu acervo dispõe de embarcações, equipamentos de navegação, pesca e sinalização náutica, mapas e maquetes de acordo com os modernos princípios da museologia. Tem como finalidade resgatar, preservar e divulgar a cultura e o conhecimento náutico local.

Museu da Comunicação “Rodolfo Martensem” – este museu busca resgatar a memória da comunicação em suas diferentes vertentes. No seu acervo encontram-se coleções de discos, rádios e equipamentos de TV. A coleção de aparelhos de rádio impressiona pela diversidade, com vários modelos de diferentes épocas do século XX e alguns ainda em perfeito funcionamento.

Museu do Porto – No seu interior está a primeira locomotiva do DEPREC (Departamento de Portos, Rios e Canais) e o vagão-leito usado pelos técnicos e engenheiros da Compagnie Française du Port Rio Grande do Sul, para fiscalização das obras de construção dos Molhes da Barra e do porto da cidade, no início do século XX. Além de inúmeras fotos, mapas, jornais, cartas náuticas, livros-registro do porto, memoriais descritivos de obras e equipamentos de navegação.

Rio Grande é uma cidade histórica por nascimento e tradição, oferecendo aos seus visitantes a cultura e história do povo gaúcho, seja em seus prédios espalhados pelas ruas das cidades ou em sua grande e variada gama de museus.
Visite a cidade de Rio Grande e mergulhe na história do nascimento do estado do Rio Grande do Sul.

 

Adquira sua passagem online:
DACT:
http://www.datcriogrande.net.br/
PLANALTO:
http://www.planalto.com.br/site/

Seja consciente, use o cinto de segurança

O uso do cinto de segurança em viagens rodoviárias intermunicipais é obrigatório desde 1999, conforme o Código de Trânsito Brasileiro, que determina que todos os veículos de viagem intermunicipal e interestadual disponibilizem cintos como item de segurança aos passageiros.
De acordo com a ANTT, – Agência Nacional de Transportes Terrestres – a utilização do cinto de segurança, reduz em até 40% os riscos de ferimentos graves e em até 75% o risco de morte, em caso de acidente. A utilização do cinto de segurança evita que o passageiro seja jogado em caso de acidente, e bata com o corpo e a cabeça no banco da frente ou nas paredes do veículo. Além disso, o cinto quando utilizado impede que o passageiro seja lançado para fora do ônibus ou dentro do mesmo, evitando assim consequências mais graves.
Entretanto, esta mesma pesquisa aponta que apenas 2% dos passageiros usam o cinto de segurança em viagens rodoviárias.
A Rodosoft Tecnologia ressalta a importância da utilização do cinto de segurança para benefício do passageiro, e lembra que o mesmo deve ser utilizado desde o momento de partida do ônibus até o destino final, garantindo assim, maior segurança e tranquilidade na sua viagem.

Seja consciente, use o cinto de segurança.

Compra de passagem com cartão de crédito

Uma das grandes facilidades que a internet proporciona aos viajantes é a possibilidade de realizar a compra da passagem de ônibus, sem sair de casa, de forma rápida, prática e segura, utilizando a compra online com pagamento via cartão de crédito.

Com um simples cadastro no site da empresa de transporte pelo qual se pretende viajar, realizando login e senha, após isto o passageiro escolhe a cidade de destino, para onde pretende viajar, escolhe o horário, data e poltrona de sua preferência. A compra é finalizada com o pagamento com o cartão de crédito ou débito, e com a impressão do voucher (documento que comprova a compra da passagem).

Saiba quais são as dúvidas mais frequentes no processo de venda de passagens online:

É possível parcelar o valor da passagem comprada com cartão de crédito?
Sim. A maioria das empresas que oferecem a compra de passagens online, possibilidade o parcelamento do valor da passagem, sem juros no momento da compra. Mas vale lembrar que, isso é uma opção particular de cada empresa, variando a quantidade de parcelas e o valor mínimo a ser parcelado.

O que devo fazer se não conseguir imprimir o voucher?
O passageiro pode apresentar o número de identificação do voucher juntamente com um documento de identificação no guichê da rodoviária de origem, no momento da retirada da sua passagem.
Uma cópia do comprovante de compra é automaticamente enviada ao e-mail cadastrado.

Eu posso cancelar a passagem comprada pela internet e requerer o valor pago?
Sim. Caso o passageiro precisar cancelar a passagem comprada pela internet, é necessário enviar um e-mail para a empresa na qual realizou a compra do bilhete, com seus dados pessoais e os dados da passagem (data, horário, trecho, poltrona, nome do passageiro), com no mínimo 03 horas de antecedência ao horário da viagem, solicitando o cancelamento da compra.

Se o voucher não for trocado pelo bilhete de viagem na rodoviária, é realizado o cancelamento automático da compra e da passagem?
Não. Mesmo que o voucher não seja trocado pelo bilhete, a compra da passagem permanece confirmada no sistema da empresa e será cobrada normalmente na fatura do seu cartão de crédito. O cancelamento só é realizado caso seja solicitado formalmente à empresa pelo qual o passageiro realizou a compra da passagem.

Posso adiar a viagem caso tenha comprado a passagem pela internet?
Se o passageiro precisa adiar sua viagem, deve entrar em contato com a empresa de ônibus na qual adquiriu sua passagem, informando a necessidade do adiamento, e solicitando a troca por outra passagem. Lembrando que a troca é realizada apenas por outra no mesmo valor e trecho, sendo alterado apenas a data e horário da viagem. Esta opção só é realizada caso seja solicitado com no mínimo 03 horas de antecedência ao embarque.

Cidade do Alegrete

Localizada na região oeste do estado do Rio Grande do Sul, a 506 quilômetros da capital Porto Alegre, a cidade do Alegrete teve sua origem no início do século XIX, quando nas margens esquerda o Rio Ibirapuitã ergueu-se um povoado e uma capela com a denominação de Nossa Senhora da Conceição Aparecida do Alegrete. O povoado prosperou rapidamente, ascendendo a categoria de vila através de um decreto provincial de 25 de Outubro de 1831.

Durante a Revolução Farroupilha, a vila do Alegrete tornou-se a 3ª capital da República Rio-grandense entre os anos de 1842 à 1845, sendo elevada a categoria de cidade em 22 de janeiro de 1857.

Alegrete é marcada por uma soma de história, belezas naturais e cultura. Repleta de rios, balneários, praças, museus, igrejas, arquitetura, combinados a uma gastronomia campeira e o cultivo das tradições gaúchas. A cidade do Alegrete oferece ao turista uma grande quantidade de pontos turísticos de beleza ímpar, guardiões da cultura gauchesca e repletos de história:

Ponte do Rio Ibirapuitã
Cenário da maior e mais sangrenta, protagonizada entre chimangos e maragatos, no ano de 1923.

Igreja Matriz
O mais importante templo católico do município foi inaugurado no ano de 1919 e possui uma arquitetura no estilo gótico.

Piá da Estância
Um dos mais importantes monumentos da cidade, o Piá da Estância fica no centro da Praça nova.

Estação ferroviária
A antiga estação ferroviária do Alegrete quando em funcionamento, teve intenso transportes de cargas e passageiros. Hoje, abriga em seu interior um importante centro de documentação histórica.

Museu do Gaúcho
O museu do gaúcho guarda em seu acervo livros, objetos, e raridades da cultura gaúcha. Esta centena de objetos conta parte da história dos costumes do povo rio-grandense.

Ponte de Pedra
Um dos cartões postais do Alegrete, a Ponte de Pedra é um complexo de rochas em formato de ponto bastante visitado pelos turistas que vão à cidade

Estâncias
As típicas estâncias e fazendas que marcaram a história do Rio Grande do Sul, ainda podem ser visitadas nos dias de hoje. Algumas foram palco para batalhas e conflitos em várias revoluções históricas do estado, mostram aos visitantes o mais autêntico comportamento da vida campeira gaúcha.

 

A Planalto Transportes leva você para conhecer a cidade de Alegrete. Acesse o link e adquira já sua passagem http://goo.gl/70cn5R

Direitos de pessoas com deficiência nos ônibus

De acordo com a Lei Estadual – RS – nº13.423 – 05 de Abril de 2010, passageiros portadores de deficiência (física, mental, auditiva ou visual) têm direito a reserva de passagens gratuitas em cada veículo do tipo convencional nas viagens intermunicipais. Este benefício é válido para todos os dias e horários de viagens.

 Como pedir a gratuidade:
Para solicitar a gratuidade de passagem, o portador de deficiência deve encaminhar-se a um guichê de venda de passagens na rodoviária de origem, portando um documento de identidade junto com o “Passe Livre”, até 4 horas antes do início da viagem.

Onde solicitar o Passe Livre:
O “Passe Livre”, é solicitado junto ao Ministério dos Transportes, remetendo os seguintes documentos: cópia de documento de identificação, laudo do SUS comprovando a deficiência, comprovante de renda ou declaração de que possui renda per capta familiar igual ou inferior a 1 salário mínimo e requerimento.

Mais informações para solicitação do Passe Livre você encontra aqui:
(http://www2.transportes.gov.br/ascom/PasseLivre/Manual.htm)

 

Deficiente visual acompanhado de cão-guia
Passageiros portadores de deficiência visual que utilizam cão-guia, tem o direito de ingressar e permanecer com o animal nos estabelecimentos públicos e privados de uso coletivo, como também nos veículos que realizam viagens rodoviárias intermunicipais.
Para garantir este direito, os portadores de deficiência visual devem comparecer na rodoviária, estando de posse de seus documentos pessoais e os documentos do cão (que comprovem sua posse e treinamento), ainda é fundamental que o animal esteja equipado com a plaqueta de identificação, coleira, guia e arreio de alça. O cão guia não deve ocupar assento, mas viajar no assoalho do veículo junto ao portador de deficiência visual.

 

Por que é melhor viajar de ônibus?

Toda vez que um feriado se aproxima ficamos na expectativa de tirar alguns dias de folga no trabalho, sair da rotina, cair na estrada e aproveitar tudo o que a vida tem a nos oferecer. Porém, sempre surge a dúvida: viajar de ônibus ou de carro?

Para te ajudar nesta escolha, a Rodosoft Tecnologia decidiu listar algumas das vantagens que uma viagem de ônibus te oferece:

– as empresas de transporte de passageiros estão cada vez mais empenhadas em satisfazer seus clientes, assim aplica-se diariamente a oferta de compra de passagens online, o que traz ao passageiro a comodidade e praticidade de adquirir sua passagem sem precisar sair de casa, garantindo a escolha de horário e assento preferidos. Os serviços de bordo, as frotas renovadas e o atendimento personalizado são outros diferenciais nos quais estas empresas têm investido;

– os preços das passagens mantêm regularidade de valor, desde a compra com antecedência até mesmo momentos antes do embarque e não sofrem alteração de preços como em passagens aéreas;

– é garantido ao passageiro a possibilidade de reembolso, se a passagem for cancelada no mínimo 3 horas antes da viagem, ou a troca por outra data, sem custo adicional, desde que se mantenha a empesa, o destino/trajeto e modalidade da passagem;

– viagens de ônibus eliminam os custos adicionais como o do pedágio e combustível, que envolvem uma viagem de carro;

– você pode viajar em dias chuvosos ou à noite com mais segurança e sem preocupação com o estresse do trânsito. No caso de sua viagem ser durante o dia, você pode registrar as paisagens do trajeto;

– os ônibus da modalidade leito e executivo oferecem um conforto maior aos passageiros como cobertores, travesseiros, tomadas para aparelhos eletrônicos, internet sem fio e filmes no trajeto.

 

Vá de ônibus e aproveite!

10 dicas para uma viagem tranquila

10 dicas para uma viagem tranquila

Para você que vai viajar de ônibus, veja 10 dicas para uma viagem tranquila.

1. Seja organizado

Primeiramente, uma ótima forma de organizar-se é comprar a passagem pela internet.

De fato, esta modalidade é prática, rápida, segura e pode ser feita sem sair do conforto de sua casa.

Antes de se dirigir à rodoviária para embarque, certifique-se de estar com a  sua passagem e algum destes documentos de identificação:

Anote informações importantes como plataforma ou box de embarque.

Caso precise ir para a rodoviária de ônibus, busque as informações sobre horários e itinerários do mesmo.

Mas se for utilizar um táxi, chame o mesmo com antecedência para evitar atrasos devido a complicações no trânsito.

Enfim, procure chegar na rodoviária com 1 hora de antecedência, pois imprevistos acontecem, melhor ser prevenido.

2. Com que roupa eu vou?

Sem dúvida, viagem de ônibus tem que ser confortável.

Portanto, use roupas leves e aconchegantes.

Por exemplo, uma boa calça jeans, tênis e camiseta de algodão são ótimas opções.

Contudo, procure vestir-se de acordo com a estação do ano, usando roupas leves no verão e aconchegantes no inverno.

Mas, é importante sempre levar agasalho na mão mesmo que o dia esteja quente, por conta da temperatura do ar-condicionado do ônibus.

3. Bagagem de mão, uma aliada

Em viagens, principalmente de ônibus, o ideal é levar o mínimo de coisas possíveis.

Por isso, a bagagem de mão é importante, seja uma mochila ou bolsa de mão.

Nela você pode acomodar águas e medicamentos, lenço de papel, um livro ou revista para ler durante a viagem.

Além de um agasalho e pequenos aparelhos sonoros como celular, tablet e notebooks.

4. Diminua a bagagem

Certamente, carregar bagagem grande e pesada, além de atrapalhar, dificulta a locomoção.

Isso porque mesmo pegando um táxi ou indo de carro até a rodoviária, você vai ter que carregá-la até o ônibus.

Então, para facilitar sua vida, leve o mínimo que puder, diminuindo a quantidade de bolsas, malas e sacolas sempre que possível.

Na hora de viajar faça a opção pela praticidade.

5. Hidrate-se!

De fato, hidratação é sempre importante, principalmente em ambientes com ar-condicionado ligado, independente da temperatura.

Algumas empresas de transporte disponibilizam copinhos de água em suas viagens, que normalmente encontram-se em um compartimento refrigerado no fundo do ônibus.

Caso não tenha certeza que a empresa que você vai viajar ofereça este serviço, leve sempre uma garrafa de água com você.

Mas também, pode ser interessante levar umidificador nasal e/ou colírio.

6. Previna imprevistos de saúde

Antes de mais nada, é importante carregar na bagagem de mão medicamentos como analgésicos, remédio para enjoo e curativos.

Imprevistos podem acontecer, previna-se!

Mas lembre-se que é importante consultar seu médico e carregar apenas medicamentos que você já tem o hábito de usar, conhecendo seus efeitos.

7. Atenção às refeições

De fato, viagens de ônibus podem causar enjoos em algumas pessoas.

Então, se este for o seu caso, atente para sua alimentação na véspera, bem como antes das viagens.

Procure fazer refeições leves, antes e durante as viagens, evitando alimentos gordurosos, temperados e bebidas gasosas.

Aliás, uma boa dica é levar consigo um lanche leve para comer durante a viagem como por exemplo:

  • fruta,
  • bolacha;
  • sanduíche natural.

8. Como dormir bem durante a viagem

Se você vai fazer uma viagem longa ou à noite, não dormir durante o trajeto é quase impossível.

Então, é bom estar preparado, como por exemplo, levar na bagagem de mão aquele travesseiro de pescoço.

Atualmente, ainda existem alguns modelos infláveis que não ocupam quase nenhum espaço.

Estes travesseiros te ajudam a evitar dores musculares no pescoço após a viagem, além de garantir um sono mais agradável.

Lembre-se também de levar uma pequena manta ou cobertor leve no caso de viajar no inverno e principalmente à noite.

Em tempo, é importante também de escolher o tipo de ônibus mais apropriado para sua viagem.

Principalmente, para viagens mais longas, com duração acima de 5 horas, dê preferência aos ônibus com poltronas leito ou semileito.

Desta forma, o conforto fica garantido durante toda a viagem.

9. Movimente-se

A saber, viagens longas sempre contam com algumas paradas no caminho.

Assim, aproveite estas paradas para movimentar-se um pouco, pois ficar sentado por muito tempo pode ser prejudicial ao seu organismo.

Logo, desça do ônibus, caminhe um pouco, alongue-se e exercite seu corpo.

Já durante a viagem, evite ficar com as pernas cruzadas, pois esse gesto dificulta a circulação.

10. O ônibus partiu? Relaxe e aproveite.

Viagens de ônibus são ótimas oportunidades para relaxar um pouco da correria do dia-a-dia.

Durante as horas em que estiver dentro do ônibus, você pode aproveitar para ler aquele livro que lhe indicaram.

Bem como, atualizar-se sobre o que está acontecendo no mundo lendo jornais ou revistas, além de navegar pela internet em seu tablet, celular ou notebook.

Atualmente, os celulares oferecem vários recursos para distração como jogos, mídias sociais, aplicativos dos mais variados, sem falar naquelas músicas preferidas que podem ser ouvidas à vontade, porém não esqueça dos fones de ouvido.

Mas lembre-se também de recarregar as baterias dos seus itens eletrônicos, para não ficar sem bateria durante a viagem.