Carazinho – história e tradição

O município de Carazinho localiza-se na região noroeste do Rio Grande do Sul, a 296 km da capital Porto Alegre.
Originalmente, por volta de 1634, a região fazia parte da redução jesuítica de Santa Tereza, na província das Missões sendo subordinada ao governo espanhol. Porém, em 1637 esta foi totalmente destruída pelos bandeirantes e com isso abandonada, passando novamente a integrar o território português com o Tratado de Madrid em 1750.
Em 1817, surgiu na região a primeira pecuarista, sendo propriedade do Alfares Rodrigo Félix Martins, começando assim a colonização da região, que fez parte das cidades de Pinheiro Machado, São Borja e finalmente Cruz Alta no ano de 1834.
No ano de 1872, o Possidônio Ribeiro de Sant’Ana doou terras para a construção de uma capela e iniciando assim a formação do povoado do Arraial de Carazinho. A Capela do Senhor Bom Jesus de Iguapé foi construída em 1880 e, posteriormente, chegaram a região os imigrantes alemães, italianos e também alguns russos, que se dedicaram a lavoura formando pequenas propriedades. O povoado passou a se chamar Carazinho em 1896, sendo emancipado de Passo Fundo em 1931 e elevado à categoria de cidade em 1938.
Carazinho oferece inúmeras atrações aos seus visitantes, confira alguns que separamos para você:

Aeroclube de Carazinho
O aeroclube possui mais de 60 anos de atividade, oferecendo voos panorâmicos e viagens de lazer, além de ser uma escola de formação de pilotos e paraquedistas.

Monumento ao gaúcho Bombeador
O monumento criado por Vasco Prado, foi inspirado na figura de Pedro Vargas fundador do município e está exposto na Praça das Bandeiras, em frente a rodoviária da cidade.

Museu Regional Olívio Otto
Com um acervo de 15 mil peças, o museu é considerado o maior do interior do estado do Rio Grande do Sul. Entre seus objetos encontram-se arreios de montaria, armas, instrumentos musicais e peças decorativas.

Parque Municipal João Xavier da Cruz
Com 217 hectares o parque possui a maior reserva de araucária da região, com mais de 500 árvores. Devido a frequência de papagaios charão que transformaram o local em dormitório, o parque ganhou fama nacional e atraiu inúmeros pesquisadores de diversas partes do mundo. O parque é considerado o mais importante ponto turístico da cidade.

Jockey Clube de Carazinho
Possuidor da maior cancha de reta da América Latina, com capacidade de acomodar quase 300 cavalos, grupo de cocheiras, e largadores. O jockey recebe todos os anos inúmeros visitantes e admiradores.

Conheça Carazinho, compre sua passagem aqui http://www.viacaoouroeprata.com.br/site/ e viaje com a Ouro e Prata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *