Parque Estadual do Turvo

Criado através do Decreto Estadual n° 2.312, de 11 de março de 1947, como Reserva Florestal, o Parque Estadual do Turvo foi uma das primeiras unidades de conservação instituídas no Rio Grande do Sul. Localizado no interior do município de Derrubadas, no extremo Noroeste do Rio Grande do Sul, Brasil, o parque possui cerca de 17500 hectares, é o último refúgio para animais como a onça-pintada, a anta e o gavião-real (harpia) no Rio Grande do Sul. Por tais atributos é considerado por muitos ambientalistas como a área mais importante para conservação da fauna gaúcha ameaçada de extinção.

O Parque faz fronteira com a província argentina de Misiones, através do Rio Uruguai e ainda faz divisa com o estado brasileiro de Santa Catarina. A cidade de Derrubadas possui apenas 3 mil habitantes, inspirando tranquilidade, mas também oferecendo um pouco de aventura para quem a visita.

O principal atrativo turístico do parque é o Salto do Yucumã, a maior queda d’água longitudinal do mundo, com 1800 metros de extensão. São cerca de 05 quilômetros de trilha pelo meio do parque até o Salto do Yucumã, que em tupi-guarani significa Salto do Roncador. E não é difícil imaginar o motivo – este é o maior salto longitudinal do mundo, com 1,8 mil metros de comprimento. Porém o fato mais curioso: é que o salto não é brasileiro, é argentino. O que faz a fronteira entre os dois países é o canal, a parte mais funda do Rio Uruguai, que chega a 120 metros de profundidade. No contexto atual, o Parque Estadual do Turvo se destaca por ser a última porção significativa da formação vegetal do Alto Uruguai no Estado do Rio Grande do Sul.

Aproveite a temporada de férias , marque sua próxima viagem, compre sua passagem online, organize suas malas e  descubra mais a beleza das quedas d’agua existente em terras gaúchas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *