A beleza da cidade de Flores da Cunha

A beleza da cidade de Flores da Cunha
Avalie este post?

A cidade de Flores da Cunha está localizada na serra gaúcha a 150km da capital Porto Alegre. A ocupação começou no ano de 1876 quando imigrantes italianos, oriundos no norte da Itália começaram a chegar na região. O município nasceu sob o nome de Nova Trento, sendo o mesmo alterado para Flores da Cunha em 21 de dezembro de 1935, através de um Decreto Municipal, como forma de homenagem ao então governador do estado General José Antônio Flores da Cunha.

Conhecida como a “Terra do galo, pelo episódio ocorrido no ano de 1934 quando um magico teria passado pela cidade e prometido, durante um espetáculo, que cortaria a cabeça de um galo, que com sua mágica, o faria cantar novamente. Entretanto, no momento da apresentação o mágico, viu-se em apuros e fugiu deixando os presentes por algum tempo a esperá-lo de volta ao palco. O mágico nunca mais foi visto e o povo foi para casa sem compreender o que havia acontecido.

O município de Flores da Cunha preserva de forma especial os saberes e fazeres dos colonizadores e seus descendentes, como preservação do “talian”, a fartura gastronômica, as pequenas e prósperas propriedades rurais, a intensa religiosidade, os usos e costumes, próprios daqueles que fizeram a riqueza da região Nordeste do Rio Grande do Sul.

Flores da Cunha é o município maior produtor de vinhos do Brasil, 2º maior produtor de uva, 2º polo moveleiro e o 1º produtor de bebidas alcoólicas do estado.

Praça Regional da Uva

Localizada na frente à Igreja Matriz de Otávio Rocha, está a Praça Regional da Uva, onde são homenageados os municípios maiores produtores de uvas do Estado. No local encontra-se ainda estátua de um leão alado, monumento ao carreteiro, monumento do 3º Milênio e a Nossa Senhora da Uva e também um busto em homenagem ao Dr. Otávio Rocha. As ruas de Otávio Rocha têm a denominação de tipos de uvas, como exemplo Av. Uva Itália, Uva Isabel.

Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes

Sua construção iniciou em 1904 e foi concluída em 1914. È uma das mais antigas do estado no estilo gótico. O altar-mor é oriundo da Itália, com três nichos, sendo que no central, por influência dos padres capuchinhos franceses está a estátua de N.Srª.de Lourdes.

Mirante Gelain

Localizado no Travessão Alfredo Chaves, o Mirante Gelain apresenta uma plataforma de onde se avista o Rio das Antas, com uma belíssima paisagem. Além disto, no local pode-se apreciar uma queda d’água e também praticar rapel.

Belvedere Movimento ao Centenário

Formado por uma plataforma com visão panorâmica da região, nela está incrustada uma cruz com 14 metros de altura e uma estátua de cristo crucificado em tamanho natural. O acesso ao topo é através de uma escadaria com mais de 170 degraus

Parque da Gruta

Propriedade da Associação dos Amigos de Otávio Rocha, o Parque da Gruta é uma área localizada a 1 Km da vila de Otávio Rocha que abriga em seu interior uma represa da antiga usina, uma gruta natural e cascata. Em frente à gruta despenca uma cascata de aproximadamente 15 metros de altura e forma um poço natural. No interior da gruta há uma fonte natural e em local de destaque sobre uma rocha interna, foi colocada uma imagem de N.Srª das Graças. O local conta com churrasqueiras, canchas esportivas de vôlei de areia e futebol sete, além de preservar a mata original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *